[vc_row type=”vc_default” full_width=”stretch_row” full_height=”yes” equal_height=”yes” parallax=”content-moving” parallax_speed_bg=”3″][vc_column][vc_single_image image=”3654″ img_size=”full”][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_column_text]Agora é oficial: o local onde aconteceu o festival Woodstock, em 1969, foi adicionado ao Registro Nacional de Lugares Históricos dos Estados Unidos. Na prática, um ato simbólico pela preservação da memória do evento que, entre 15 e 17 de agosto daquele ano, reuniu quase 500 mil pessoas numa fazenda em Bethel, a 140 km da cidade de Nova York. Entre o line up, verdadeiras lendas da música: Janis Joplin, Jimi Hendrix, The Who, Nash & Young, Santana, Joan Baez e Grateful Dead. A decisão foi anunciada por Andrew Cuomo, governador de Nova York. Desde 2006, funciona no local o Bethel Woods Center, um centro cultural dedicado à memória do Woodstock Music & Art Fair.
Saiba mais: Rolling Stone Brasil[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]