[vc_row type=”vc_default” full_width=”stretch_row” full_height=”yes” equal_height=”yes” parallax=”content-moving” parallax_speed_bg=”3″][vc_column][vc_single_image image=”5697″ img_size=”full” alignment=”center”][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_column_text]Conhecer uma nova cultura, viver uma experiência provocante, praticar um esporte e explorar lugares inóspitos — são muitas as razões que nos levam a escolher um destino para as férias, mas, de acordo com uma pesquisa britânica, nenhuma dessas ponderações entra na conta dos millenials.

Depois de entrevistar mil jovens entre 18 e 33 anos, ficou provado que o fator decisivo para escolher o roteiro de descanso é na verdade… o Instagram!

Para sermos mais precisos, vamos destrinchar os números: a “instagramabilidade” do lugar é o item mais relevante para 40,1% do entrevistados. Outros 24% se mostraram preocupados com questões de custo e de álcool (sério!) de uma viagem, enquanto 26% disseram que buscam desenvolvimento pessoal durante as férias. Apenas 3,9% se mostraram interessados em “sight-seeing”, que é boa e velha a arte de turistar mesmo.

Enquanto alguns comemoram a queda do interesse dos jovens por bons drinks, outros se preocupam com a crescente fascinação por likes. A gente levanta a bandeira da moderação e do bom senso, em qualquer lugar do mundo.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]