[vc_row type=”vc_default” full_width=”stretch_row” full_height=”yes” equal_height=”yes” parallax=”content-moving” parallax_speed_bg=”3″][vc_column][vc_single_image image=”5760″ img_size=”full” alignment=”center”][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_column_text]Princesa Ann, Sabrina, Holly Golightly, Eliza Doolitlle… São inúmeras as personagens transformadas em ícones do cinema por Audrey Hepburn (1929-1993). Fosse cantando, dançando ou devorando um croissant em frente à Tiffany, a britânica sabia, como ninguém, imprimir uma intensidade genuína em tudo o que fazia na grande tela. Não satisfeita em ser uma das maiores atrizes de sua geração, ela levou essa força para a luta pelos direitos humanos, na qual atuou durante décadas como Embaixadora da Boa Vontade das Nações Unidas[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]