[vc_row type=”vc_default” full_width=”stretch_row” full_height=”yes” equal_height=”yes” parallax=”content-moving” parallax_image=”1757″ parallax_speed_bg=”3″][vc_column][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_column_text]De acordo com estudiosos e especialistas, os aquários são também um poço de sabedoria. Por anos superestimamos a capacidade cognitiva dos peixes, julgando-os primitivos, mas alguns testes mostram o contrário: em um experimento, pesquisadores treinaram peixinhos dourados a empurrar uma alavanca que funcionava uma hora por dia, para conseguir comida. O bicho aprendeu a explorar o sistema, demonstrando que eles são capazes de “contar” o tempo, aprender e se lembrar das coisas. Já o peixe-beta conseguiu solucionar um labirinto e, depois de cinco dias de treinamento, ele estava mais rápido e menos errante. Esses e outros estudos mostram que a capacidade cognitiva de um peixe não fica atrás das de outros animais, incluindo alguns primatas.
Saiba mais: BBC[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.