[vc_row type=”vc_default” full_width=”stretch_row” full_height=”yes” equal_height=”yes” parallax=”content-moving” parallax_image=”2549″ parallax_speed_bg=”3″][vc_column][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_column_text]Um estudo descobriu que comédias românticas que trazem personagens homens se comportando como um “perseguidor” faz com que as mulheres sejam mais tolerantes a essas atitudes na vida real. Eis um belo exemplo, dentre muitos, do poder da normalização, que afeta cada plano da nossa vida — sobretudo o político. Embora seja um processo por vezes natural de uma sociedade hiper conectada, sobretudo entre adolescentes e jovens adultos, por vezes somos induzidos a acreditar que certas práticas são normais. O melhor remédio para absurdos continua sendo o pensamento crítico: é preciso repensar nossas crenças e valores de tempos em tempos, para que não toleremos pequenos (e grandes) absurdos.
Saiba mais: BBC[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]