Novas medidas foram propostas por jogadores e, se aprovadas, entram em campo em 2019.

Não é nada fácil mexer nas regras do esporte predileto de Donald Trump, mas tem gente bem disposta a tentar. Alguns jogadores alegam que a modalidade precisa acompanhar o ritmo mais “acelerado” dos nossos tempos, e, por isso, propõe mudanças como: reduzir para três minutos o tempo máximo de procura por uma bola perdida; recomendar que os golfistas não tomem mais que 40 segundos para concluírem suas tacadas; abolir qualquer penalidade para quem mexer na bola acidentalmente e muitas outras. A última vez que o livro sagrado do golfe (aka “o guia de regras do esporte”) foi alterado foi em 1984.

Saiba mais: BBC

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.