i.Con avalia o desempenho do homem na cama e promete detectar sinais de doenças sexualmente transmissíveis.

É tipo encontrar o ponto G com GPS e ainda compartilhar a localização com os amigos. Brincadeiras à parte, a i.Con pretende fazer quase isso: a camisinha inteligente analisa suas estatísticas mais íntimas e promete detectar o menor sinal de DSTs. Essa nobre função em prol da saúde, contudo, parece ficar em segundo plano no interesse público — o que eles querem mesmo é poder acompanhar a evolução de suas performances na cama, porque aparentemente os sinais d@s parceir@s são muito analógico para um mundo tão digital. O mais curioso é que essa camisinha robotizada não substitui a boa e velha borracha: o computador peniano é, na verdade, uma espécie de anel, e deve ser colocado na base do membro ereto, “segurando” a camisinha convencional. Taí um belo jeito de trazer a química (a física e a ciência toda) para as quatro paredes.
Saiba mais: The Guardian

GIF http://giphy.com/gifs/sundancetv-l46CwsAIlmnXlRC9O

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.