MECAFestivals

MECAUrca

Um festival que promove o encontro entre arte, natureza e música em um dos lugares mais incríveis do mundo – o Morro da Urca, no Rio de Janeiro. O cenário é uma dos destaques especiais do evento, além de shows nacionais e internacionais e dj sets.

MECAUrca 2017

A primeira edição do festival aconteceu no dia 04 de novembro de 2017, no Morro da Urca – um dos cartões postais mais impressionantes do mundo. Washed Out, Homeshake e Nomi Ruiz foram alguns dos destaques internacionais da programação musical, ao lado de atrações nacionais como Pathy Dejesus, Heavy Baile, Minha Luz É de Led, entre outros.

Em um dos cartões-postais do Rio de Janeiro, o MECAUrca toruxe ao Brasil o dream pop dançante do canadense Homeshake, que estreou em solo brasileiro, e o chillwave do americano Washed Out – caracterizado pelo uso de efeitos sonoros, sintetizadores, loops e samples de vocais melódicos. O cenário de paisagens deslumbrantes e a “carona” de bondinho colaboraram para arrematar perfeitamente o clima. O resultado: os ingressos se esgotaram antes mesmo de a festa começar. No palco principal, Nomi Ruiz voltou a marcar presença. E, além dos headliners, se dividiram pelas outras duas pistas o duo Balako, de Diogo Strausz e Rodrigo Peirão, que fez um set dançante de funk eletrônico com muito groove, e Pathy Dejesus, que assumiu novamente picapes com hip-hop, clássicos do rap nacional e doses de samba, soul e MPB. Festas com personalidade também tiveram espaço. O coletivo Minha Luz É de Led, que no Carnaval de 2017 chegou a mobilizar 15 mil foliões pelas ruas do Rio, apresentou seu mix de tecnobrega com Daft Punk. Já o Heavy Baile, que tem single com Tropkillaz e MC Carol, foi representado pelo MC Tchelinho e o DJ Leo Justi, que mostraram a nova cara do funk, com sintetizadores e vocais. Completaram a programação os DJs Filipe Raposo, Larissa Busch e Pedro Zuim. A banda vencedora do BudMECAChallenge, O Grito, apostou em canções originais na sua estreia em festivais. Para terminar, a última atração foi uma gentileza à parte: o nascer do sol visto do bondinho descida abaixo. Não poderia ser melhor.