[vc_row type=”vc_default” full_width=”stretch_row” full_height=”yes” equal_height=”yes” parallax=”content-moving” parallax_image=”1208″ parallax_speed_bg=”3″][vc_column][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_column_text]O Nui Studio (aka We Love Eames) desenhou uma lâmpada ajustada para os lugares onde não há luz necessária para cultivar plantas dentro da casa, apartamento, trabalho etc. O projeto se chama The Mygdal Plant Lamp e é construído a partir de vidro soprado e alumínio.

As plantas colocadas dentro do modelo de lâmpada ficam em um ecossistema completamente auto-sutentável, um terrário, que não precisa de luz natural ou que seja regado, o LED instalado tem luz suficiente para ajudar na fotossíntese da maioria das plantas.

O nome da lâmpada é uma homenagem à cidade natal dinamarquesa do glassmaker Peter Kuchinke, e significa “solo fértil”.

Foram feitas duas versões das lâmpadas, uma para pendurar no teto, enquanto a outro fica em cima de um superfície plana.

O Nui Studio foi fundado em 2014 por Emilia Lucht e Arne Sebrantke. Os dois se conheceram enquanto estudavam desenho industrial na Muthesius Academy of Fine Art, onde eles começaram a namorar e projetar juntos. A dupla atualmente está terminando seu mestrado na Burg Giebichenstein Universidade de Arte e Design. Você pode explorar mais do design de mobiliário e projetos na página do Facebook do studio.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.