[vc_row type=”vc_default” full_width=”stretch_row” full_height=”yes” equal_height=”yes” parallax=”content-moving” parallax_speed_bg=”3″][vc_column][vc_video link=”https://www.youtube.com/watch?v=-_8t-3PG8Qk&t=38s”][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_column_text]No início do segundo semestre, Laís Bodanzky, diretora de “Bicho de sete cabeças” e “As melhores coisas do mundo”, lança seu novo filme: “Como nossos pais”. Com roteiro original escrito pela cineasta paulistana em parceria com Luiz Bolognesi, o longa conta a história de Rosa (Maria Ribeiro), uma mulher que quer ser perfeita em todas suas obrigações — como profissional, mãe, filha, esposa e amante. Filha de intelectuais dos anos 70 e mãe de duas meninas pré-adolescentes, ela se vê pressionada pelas duas gerações que exigem que ela seja engajada, moderna e onipresente, uma supermulher sem falhas nem vontades próprias. Ela vê-se submergindo em culpa e fracassos, até que, em um almoço de domingo, recebe uma notícia bombástica de sua mãe. A partir desse episódio, Rosa inicia uma redescoberta de si mesma.
“Como nossos pais” chega aos cinemas brasileiros no dia 31 de agosto e, a julgar pelo trailer, é mais um trabalho imperdível de Bodanzky.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]